PM prende 4 acusados de arrastão em comércios e pedestres na Zona Oeste



Quatro acusados de praticar roubos a comércios e a pedestres na noite desta terça-feira nos bairros de Santíssimo e Campo Grande, na Zona Oeste, foram presos em flagrante por policiais do 40º BPM (Campo Grande). Além de pertences da vitimas foram apreendidas duas pistolas 9mm. O carro roubado usado pelo bando foi recuperado.

A série de crimes começou por volta de 20h30, em um posto de combustíveis na Avenida Brasil, na altura de Santíssimo. Segundo o frentista L.E., de 24 anos, ele e outro colega trabalhavam no local, quatro ocupantes do Gol vermelho placa LPO-4243 pararam para abastecer R$ 45 de gasolina. Após o serviço, ele foi rendido e obrigado a entregar cerca de R$ 600 em dinheiro da féria da noite. Os bandidos fugiram no veículo, no sentido Campo Grande da Avenida Brasil.

"Colocaram uma pistola na minha cara. Só pensei na minha família e dei tudo o que eu tinha na hora. Depois que a gente vive uma situação dessas é que a gente sabe o que as pessoas vítimas de violência passam", descreveu o funcionário. Ainda de acordo com L., cerca de outros dez motoristas estavam no posto mas não foram roubados.

Uma hora depois, o grupo atacou novamente, desta vez em Campo Grande. Conforme R., de 29 anos, dois homens armados de pistolas chegaram ao sacolão no bairro Vila Nova agredindo um funcionário e aterrorizando os cerca de dez clientes. Outros dois comparsas ficaram do lado de fora dando combertura a ação. Além do dinheiro do caixa, os bandidos levaram celulares e valores dos clientes fugindo em seguida.

"É uma situação complicada, de muita apreensão. A gente vê tanta violência que fica com medo", disse R., dono do sacolão.

Segundo o tenente Henrique, do 40º BPM, policiais da unidade haviam sido alertados sobre a presença de ocupantes em um Gol vermelho que vinha praticando assaltos na região. A guarnição do oficial patrulhava a antiga Rodovia Rio-São Paulo, na altura de Campo Grande, quando foi alertada pelo motorista de um veículo que acabara de fugir de uma tentativa de assalto por ocupantes de um carro com as mesmas características.

Pouco depois os PMs avistaram o Gol em sentido oposto e iniciaram a perseguição. Houve troca de tiros e o carro dos criminosos acabou perdendo o controle e batendo na entrada de um sacolão na Rua João Cirilo de Oliveira, bairro Santa Maria, por volta das 23h20. Ninguém ficou ferido. Com Jonata Nascimento Duarte, de 19 anos, Abraão Francisco dos Santos Carvalho, 22, Luiz Marcelo Gomes Pereira Júnior, 20, e Vinícius dos Santos de Souza, 20, foram encontradas duas pistolas calibre 9mm, além de celulares, relógios, roupas e documentos de motos e carros possivelmente roubados pela quadrilha.

Na 35ª DP (Campo Grande), os policiais descobriram que o Gol tinha sido roubado no dia 29, na área da própria delegacia. Os bandidos foram reconhecidos por pelo menos 12 pessoas. Ainda de acordo com o tenente Henrique, algumas eram pedestres que foram assaltados na antiga Rodovia Rio-São Paulo. Segundo o oficial, a quadrilha praticava delitos preferencialmente na via, usada como rota de entrada e saída.

Fonte: odia.ig.com.br

Página Inicial