Daiene Cardoso
Correspondente da TV LOKAL em Paciência
20 Anos
Estudante de Comunicação Social na Castelo Branco - Campus Realengo, RJ
E-MAIL: daiene.dsc@globomail.com



PF apura denúncia de que milicianos exploram ilegalmente parque no Rio



Grupo atuaria no Parque Estadual da Pedra Branca, em Jacarepaguá. Além de desmatar, eles venderiam água da fonte para caminhões-pipa.

A Polícia Federal apura denúncias de que um grupo de milicianos explora ilegalmente o Parque Estadual da Pedra Branca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio. Nesta segunda-feira (2), agentes da PF estiveram no local. Segundo a polícia, o grupo desmatava e loteava irregularmente a área, e, até as 13h20, quatro pessoas havia sido detidas.

Os policiais chegaram a um clube com campo de futebol, piscina e área de lazer em meio à mata do Parque Estadual da Pedra Branca. No local, os agentes encontraram uma caixa d’água e uma bomba. Os itens fariam parte de um esquema para vender a água de fontes e mananciais para caminhões-pipas.

"Não apenas esse terreno aqui, que é uma espécie de clube de recreação das figuraças, como também outras residências, são residências de milicianos", detalha o delegado Fabio Scliar, da PF.

Um morador disse que já foi baleado e esfaqueado duas vezes pelos milicianos. Ele contou ao RJTV que sua família sofre ameaças porque ele não quer vender o terreno onde vive. Segundo a Polícia Federal, parte da quadrilha já foi presa.

Ao final da operação, motoristas que estavam num ponto de van e comerciantes foram abordados pelos agentes. A porta de um estabelecimento foi arrombada e três máquinas caça-níqueis foram apreendidas. Dois homens foram levados para prestar esclarecimentos.

FONTE: g1.com.br

Página Inicial