Mãe de bebê que morreu carbonizado pode pegar até 6 anos de prisão



A dona de casa Renata da Silva pode pegar até 6 anos de prisão por ter deixado a filha de 11 meses sozinha dentro de casa, na Rua Carobinha, em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. Indiciada por abandono de incapaz, a pena dela aumenta por causa da morte da criança, que foi carbonizada após incêndio no imóvel, na noite do dia 06 de Fevereiro.

- Foi abandono de incapaz resultado morte. Por isso, o crime é inafiançável - explicou o delegado Alberto de Oliveira Leite, da 35ª DP (Campo Grande), que investiga o caso.

Renata da Silva, de 18 anos, deixou a menina Rayane sozinha no berço para procurar o marido, que tinha saído para comprar um lanche. Quando voltou, a casa já tinha sido incendiada. Renata acredita que o incêndio foi provocado por causa de um curto-circuito no ventilador, que estava ligado no quarto onde estava a criança.

O delegado intimou vizinhos de Renata para prestar depoimento. O objetivo é saber se a mãe tinha o costume de deixar o bebê sozinho em casa.

Fonte: extra.globo.com

Página Inicial