Sandra Lima
Correspondente da TV LOKAL em Jacarepaguá
Produtora de Audiovisual
E-MAIL: sandralimaprodutora@gmail.com



Grevistas da Uerj ocupam escadarias da Alerj no Centro do Rio



Estudantes, professores e técnicos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) ocupam as escadarias da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), no Centro da cidade, nesta quarta-feira (29), em protesto contra a ausência de propostas do governo do estado. Um representante de cada um desses grupos tenta contato com os parlamentares. "Queremos levar as demandas da Uerj e acentuar a necessidade de reajuste salarial e reajuste de bolsa dos estudantes. A Uerj não é atrativa para o professor e a bolsa não é atrativa para os alunos", afirmou Bruno Deusdará, representante dos professores junto aos parlamentares. Engrossando o coro de protestos na tarde desta quarta-feira na Alerj, os agentes da Defesa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro, se reúnem para contestar a ausência de plano de carreira e aumento salarial e ameaçam dar início a uma greve a partir do dia 10.

Também nesta tarde, um protesto intitulado "SOS Cultura" movimenta a Avenida Rio Branco. Servidores da Cultura fazem alerta sobre a desvalorização do Sistema Minc, com a diminuição contínua do número dos seus funcionários e desvalorização proporcional dos salários da categoria. O ato chama atenção para mais uma tentativa de negociação com o governo federal, segundo manifestantes. A principal reivindicação é o cumprimento dos acordos de 2007 e 2011, ainda não honrados, segundo eles. Entre as reivindicações dos servidores da Cultura estão o aumento da verba da União para a Cultura, aumento salarial e equiparação, gratificação e retribuições de titulação (adicionais para profissionais de nível médio que possuem cursos de graduação e profissionais de nível superior que possuem especialização, mestrado e doutorado) e realização de concursos públicos.

Fonte: G1

Página Inicial