Daiene Cardoso
Correspondente da TV LOKAL em Santa Cruz
20 Anos
Estudante de Comunicação Social na Castelo Branco - Campus Realengo, RJ
E-MAIL: daiene.dsc@globomail.com



Defesa Civil do Rio vai invadir imóveis abandonados na Zona Oeste para combater dengue

29 DE FEVEREIRO DE 2012

A Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil do Rio informou que nesta quarta seus agentes vão realizar ingresso forçado em quatro imóveis de Sepetiba – Zona Oeste da cidade – para identificação e eliminação de possíveis focos de mosquito (Aedes aegypti) transmissor da dengue.

Nesta quinta-feira, o procedimento será repetido em outros quatrio imóveis na mesma região, com o mesmo objetivo, em operações sob amparo do decreto 34.377, de 31/8/2011, que autoriza vistorias em imóveis fechados ou abandonados para identificação e eliminação de possíveis focos de mosquito.

Conforme programação do Serviço de Vigilância Ambiental da AP (Área de Planejamento 5.3), que abrange bairros da Zona Oeste, entre 9h e 15h30 serão visitados imóveis da Rua Noroeste, 17; Joaquim Severino, 24; Arealva, 60; e Flores, 390/1.

Na quinta-feira, 1º de março, também em Sepetiba, as vistorias se estenderão às ruas Itamogi, 13/1; Santa Beatriz de Vicência; Praia de Sepetiba, 62, c/11; e Estrada de Sepetiba, 6000. Na sexta-feira, 2, em Santa Cruz, das 9h às 15h30, os agentes de saúde estarão nas ruas Mara, 180/1; Alfredo de Melo Alvim, 120; Via A1, 124; e Elbenezer, 12. As vistorias são agendadas depois de notificações aos proprietários dos imóveis, alertando-os quanto aos perigos de água empoçada e de acúmulo de lixo e detritos que contribuem para o aparecimento do Aedes aegypti.

FONTE: Jornal Oeste em foco

Página Inicial