Prefeitura inaugura 15ª Casa Rio Digital do Rio de Janerio, em Guaratiba



Moradores da região de Pedra de Guaratiba podem navegar na Internet e utilizar recursos modernos de informática para estudar, trabalhar e para lazer.

A Prefeitura do Rio, através da Secretaria Especial de Ciência e Tecnologia (Sect), a Fundação Xuxa Meneghel e o Instituto Embratel inauguraram nesta terça-feira, 17 de abril, a 15° “Casa Rio Digital”, em Pedra de Guaratiba. Na ocasião, a Secretaria promoveu o 1° Hackathon da Prefeitura do Rio, em parceria com a Embratel.

Durante um dia inteiro, hackers ficaram concentrados na criação de aplicativos para a população utilizar em seus telefones móveis, tablets e computadores. Os programas selecionados participarão do concurso “Rio APPs” e os três primeiros colocados ganharão prêmios de R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil.

A nova unidade da Casa Rio Digital vai funcionar dentro da Fundação Xuxa Meneghel, também em Pedra de Guaratiba, com o objetivo de capacitar aproximadamente 320 jovens na área de informática até o início de 2013. O local possui espaço de capacitação on-line e presencial equipado com microcomputadores e equipamentos multimídias conectados à internet em banda larga.

Neste espaço serão realizados cursos e oficinas nas áreas de tecnologia de rede, tecnologia do trabalho e tecnologia voltada para atividades comunitárias, proporcionando conhecimentos para montar e dar manutenção em computadores, detectar e resolver problemas, além de se instalar sistemas operacionais, entre outros.

O Secretário de Ciência e Tecnologia da Prefeitura do Rio, Franklin Coelho, ressaltou a importância da Casa Rio Digital na promoção da cidadania e que pretende realizar nesse local concursos na área digital, como criação de blogs, robótica e vídeos.

- A prefeitura quer preparar os cidadãos para o trabalho nessa nova sociedade do conhecimento - disse. A casa também proporcionará que os moradores naveguem na Internet, criem um endereço de correio eletrônico e utilizem os recursos mais modernos de informática para estudar, trabalhar, se comunicar ou para atividades de lazer.

A apresentadora de TV Xuxa Meneghel, que preside sua fundação, destacou a importância do projeto:

- A Casa e o Hackaton são dois exemplos de que as pessoas podem sair daqui com uma profissão para o resto da vida e de que os hackers podem usar sua inteligência para o bem. Quanto mais valorizarmos o aperfeiçoamento das pessoas, menos elas irão para o caminho errado -, disse Xuxa, que chegou ao local acompanhada da atriz Cristiane Torloni e da artista plástica Bia Dória.

O representante do Instituto Embratel, Luiz Bressan, lembrou os dez anos de parceria de sua instituição com a Fundação Xuxa Meneguel e de outras parcerias com a Sect, como a da Praça do Conhecimento, em Padre Miguel, e das 5 Naves do Conhecimento espalhadas pela município.

Durante o Hackathon, os hackers tiveram a oportunidade de tirar dúvidas com especialistas em programação e aperfeiçoar seus aplicativos para o uso da população. Uma empresa portuguesa prestou suporte, em tempo real, via Internet, na agilização do desenvolvimento dos códigos dos aplicativos e uma equipe da Sect atuou na conservação e manutenção dos computadores.

Com três propostas selecionadas no Programa Rio Ideias e participando do Hackathon, o morador de Pedra de Guaratiba e ex-integrante da Fundação Xuxa, Vinicius Gonçalves, resumiu a importância da Casa:

- Fiz curso de informática aqui e muitos outros e agora tenho conhecimento para propor soluções para o meu bairro, como na área de transporte, fiscalização e social - disse Vinicius, sendo aplaudido pelas crianças presentes ao evento.

Fonte: santacruzetudodebom.blogspot.com.br

Página Inicial